Em 2013, Ricardo Frade escreveu um livro sobre a sua viagem desde a Suécia até Lousado. O lucro foi solidário – parte dos ganhos foram para a associação Mundos de Vida.

Pé Descalço” é um livro da autoria de Ricardo Frade, um consultor financeiro que decidiu viajar da Suécia para Portugal sem gastar dinheiro algum. Tal como o autor explica no livro, o objetivo é mostrar às pessoas uma forma corajosa de como devemos abordar e resolver todos os problemas, neste caso, incutida numa viagem “extremista”. De realçar que este livro é solidário, sendo que parte dos lucros revertem para a associação Mundos de Vida.

Ricardo Frade começa por falar de si próprio, como era a sua vida enquanto professor de música e a passagem para a sua atual carreira como consultor financeiro. Fala também dos seus filhos, da criação da associação Mundos de Vida e do surgimento da ideia de escrever este livro. Depois Ricardo Frade relata todo o processo que o levou da Suécia a Portugal (Lousado) percorrendo 4.217km em 12 dias, tal e qual um diário de bordo.

Fonte: lampcoach.com

Fonte: lampcoach.com

A ideia de fazer uma viagem sem gastar “um tostão” é aliciante, é verdade. E o plano que o autor tinha definido era excelente: tirando os bilhetes de avião, tudo o resto seria adquirido de forma gratuita, quer fosse a trabalhar umas horas para comprar comida, quer fosse a pedir boleia, pedir estadia durante a noite ou ainda pedir por bilhetes de comboio ou autocarro.

Mas (há sempre um mas) isto não é assim tão simples, e o autor que o diga. Desde o primeiro momento Ricardo enfrentou sérias dificuldades. Ninguém aceitava dar-lhe trabalhos temporários, ninguém o deixava pernoitar no seu sofá de graça, assim como quase ninguém lhe permitia andar de comboio de forma gratuita. Ricardo, nestes dias de viagem, teve a sorte, tal como ele diz, de encontrar algumas pessoas, que interessadas na sua história, lhe arranjavam algo para comer, um sítio para dormir, boleias ou apenas um sorriso e votos de um boa viagem. E foi, graças a estas pessoas que Ricardo conseguiu regressar a casa.

Um aspeto que me desiludiu um bocadinho foi o facto de Ricardo Frade não ter visitado (visitado mesmo!) as cidades por onde passou. Um dos motivos que o levou a fazer esta aventura foi poder mostrar ao pai que era possível viajar sem gastar muito dinheiro. Ora, segundo o que o autor nos relata no livro o máximo que ele conheceu foram as estações de comboio e autocarro, halls de hotéis, casas de banho. Para além disto, conheceu um trilho na Antuérpia e pouco mais. Teria sido muito mais interessante que gastasse umas horas a conhecer as cidades por onde passou e não se centrar apenas na corrida contra o tempo para chegar a Portugal.

Fonte: pedescalco.pt

Fonte: pedescalco.pt

Pé Descalço” é um livro interessante? É. Ver aquilo que o autor teve de fazer para conseguir chegar a casa, todas as respostas “tortas” que ouviu mas, sobretudo, todas as coisas positivas que lhe disseram e fizeram foram incríveis. Há realmente pessoas que, se puderem, ajudam. E isto é uma das lições que Ricardo quis passar. No fundo, este livro serviu o seu propósito: mostrar as pessoas que, não importam os problemas que lhe surgem, há sempre forma de os contornar. Por mostrar uma história de perseverança, mas também por ser um livro solidário, recomendo a sua leitura.

pedescalco.pt é o site do livro onde podem saber onde o adquirir e onde podem ver as fotos da viagem. Podem também seguir a página no Facebook – facebook.com/pedescalco2013/

A Associação Mundos de Vida tem um sitemundosdevida.pt – e uma página no Facebook – facebook.com/amigos.mundosdevida. Aqui podem seguir as atividades desta associação e dos seus objetivos.

in: http://www.comumonline.com/?p=13131