Dia 5 – De Estocolmo a Malmö… esperava eu!

“Acordei num quarto quente… uau, que sensação deslumbrante! Nesta altura já tinha descoberto quão grandioso este facto pode ser, por isso o meu dia não podia começar melhor! Mas podia…

Ao subir à sala de jantar deparei-me com a mesa de pequeno-almoço repleta de coisas boas: pão deste tipo e daquele, pacotes de litro de iogurte deste e daquele sabor (blueberry, sem dúvida o melhor!!), manteiga, queijo, caviar em bisnaga, e aquela vista fabulosa que agora se enxergava em pleno (ao contrário do vislumbre que tivera ao jantar)."

in: Pé Descalço