Há momento  na nossa vida em que parecemos uma avestruz!
Foi o que me aconteceu quando há umas semanas me assaltaram o carro, partindo um dos vidros e levando, entre outras coisas, a mala com o meu portátil e o caderno de viagem do Pé Descalço… Perdi metade do que já tinha escrito e as minhas notas e referências da viagem… só!!

Este episódio deixou-me mais abalado do que pensava no que toca à “pedalada" com que estava a escrever: aqui entre nós foi penoso escrever o que quer que seja nas últimas semanas!

Para este problema, como para todos os outros, a solução pode requerer que se peça ajuda, o que fiz quando me dei conta do estado de negação em que estava. Foi assim que convidei a Paula, a minha editora, para almoçar connosco ontem, dando-lhe a oportunidade que ela tanto esperava de me dar um raspanete monumental e assim me por a escrever de novo… o que não aconteceu.

Em vez do raspanete tivemos, porém, uma longa conversa, sobre o livro e não só, que culminou com um acordo de marcação cerrada, para que eu mantenha o foco. Resultado? Hoje terminei outro capítulo, e o meu compromisso para com todo o mundo é terminar até 31 de Dezembro pelo menos todos os capítulos da viagem!

Obrigado Paula, pelo teu apoio e dedicação a este projecto… e por me aturares mesmo quando parecia uma avestruz!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *